15 janeiro 2014

Adaptação de A Menina Que Roubava Livros

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje, mais uma vez, eu vou falar sobre um filme que estou morrendo de vontade de ver. 

Todos nós já percebemos que está cada vez mais comum vermos adaptações cinematográficas de livros de sucesso e, depois da ótima aceitação do Livro de Markus Zusak, “A menina que Roubava Livros”, surgiram várias especulações nesse sentido que acabaram se concretizando e eis que no último dia deste mês o filme será lançado oficialmente aqui no Brasil.

Eu, particularmente adoro o livro, mas um filme baseado em um livro muito querido é sempre um grande perigo, pois embora saibamos que são mídias diferentes e que nem tudo o que está no livro poderá ser transmitido nas telas, às vezes, o filme acaba deixando de passar coisas demais e destonando do livro, causando o fracasso do filme e conquistando o ódio dos fãs da obra original. É fato que sempre haverão aqueles fãs do livro que não gostarão do filme, por mais que ele seja bem feito e bem aceito pela maioria dos próprios fãs, mas isso já é uma questão de gosto pessoal e não vem ao caso.

O filme será dirigido por Brian Percival e embora só estreie oficialmente aqui no Brasil dia 31 deste mês (janeiro), já o encontramos legendado em vários sites tanto para assistir online quanto para download. A protagonista da história, Liesel Meminger será vivida por Sophie Nélisse e seus pais adotivos por Emily Watson e Geoffrey Rush, ator que brilhantemente interpretou o Marques de Sade no filme ‘Contos Proibidos do Marquês de Sade’.

Para os que ainda não conhecem a história, VALE MUITO A PENA procurar ler o livro e pra dar um incentivo a mais, aqui vai a sinopse da história:

“Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.”
O mais interessante e marcante da história é ver a guerra, o holocausto e todo aquele horror pelos olhos de uma criança, chegando a ser tocante ler a inocência com a qual Liesel desenvolve carinho e amizade pelo judeu que abrigam, sem conseguir entender todo o ódio e repulsa que o nazismo pregava contra eles ou ainda ao ler sobre seu melhor amigo, Rudy, que sonhando em ser como o então melhor corredor do mundo (Jesse Owens) queria ser negro.

Eu, particularmente AMO o livro, a história é triste, mas linda e surpreendente. Este livro tem uma história linda e cativante que vale a pena ser lido e relido várias vezes e assim espero que seja também o filme.

O livro é um dos meus preferidos (quem já leu outros posts meus, sabe da minha queda por livros com crianças como protagonistas <3), então, embora a ansiedade pelo filme seja dobrada, vou esperar pra vê-lo no cinema mesmo, pelo menos a primeira vez. 

Aos que ainda não viram, aqui está o trailer do filme! 


Espero que tenham gostado e se você já leu o livro me diz o que achou e quais as suas expectativas sobre o filme, se você já viu o filme conte se gostou ou não, vou adorar saber!

6 comentários :

  1. Eu quero MUITO ver esse filme!
    Eu particularmente adoro histórias que se passam na época da Segunda Guerra, e esse com certeza foi um dos livros mais tristes e lindos que já li *.*
    Além disso, li ele bem na época que estava estudando alemão por conta, o que me fez curtir ainda mais (aprendi uns palavrões engraçados com ele huahuaha)
    Vou tentar assisti-lo no cinema :D
    Beijoca!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um livro lindo, Luiza! Eu sempre tive uma quedinha pelo idioma alemão e adorei 'aprender' umas coisinhas com ele também.
      E quanto a obras passadas nessa época, eu sou louca pra ler também O Menino do Pijama Listrado, mas até agora não deu. :(
      Beijim!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Tenho certeza de que você vai gostar, Natacha! Ai quem sabe depois você não se empolgue e leia o livro ;)

      Excluir
  3. Amo esse livro, foi uma das histórias mais linda que já li, fora que você ainda aprende a falar uns palavrões em alemão, espero que o filme faça jus ao livro.
    bjs meninas! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou nessa esperança, Quel! De que o filme faça jus ao livro e também que estreie aqui em Teresina! *risos

      Excluir

Olá, deixe seu comentário. Sua opinião é muito importante para o blog! :*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Oh May Goth © 2015 Todos os direitos reservados. imagem-logo